O espetáculo Nômades, do grupo de teatro Armatrux, foi mais uma etapa do projeto A.T. Como um corredor espiral que permite ao público visitar todos os recantos das palafitas, a intervenção arquitetônica transformou o que antes era um labirinto de pilares subutilizado e com aspecto de depósito de entulho em um espaço único, onde arquitetura, paisagismo e recuperação ambiental se misturam e funcionam como a cenografia da peça. O percurso em espiral une palco e platéia, atores e público dividindo o mesmo espaço do corredor. Assim como foi com Invento para Leonardo (ver também o projeto Amnésias Topográficas I), Nômades teve dramaturgia (escrita por Paulo Azevedo) concebida especificamente para o lugar onde foi encenado.

Fotos: Eduardo Eckenfels, Bruno Magalhães, Carlos Teixeira