Dançando Mies van der Rohe – Vazio S/A

Ex-bailarina da companhia de Merce Cunningham, a coreógrafa Marilyn Wood foi uma das pioneiras nas pesquisas entre dança e arquitetura. Em 1972, ela apresentou um espetáculo nas janelas e na praça do edifício Seagram em Nova York como parte de uma série que ela chamava de “Celebrations in City Places”. Hoje totalmente esquecida, a cenografia usava todos os 44 andares da fachada de vidro de um dos prédios mais emblemáticos da cidade e contava com 35 bailarinos para transformar janelas em palco. Com exceção da foto acima, não há praticamente nenhum registro sobre o evento na internet, mas a semelhança visual entre ele e alguns trabalhos do escritório é incrivelmente óbvia, especialmente nos projetos “Espaços Públicos Invisíveis” e “Spiral Booths“.

No comments | categoria[s]: Notícias | tag[s]: , ,
Compartilhar

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*